segunda-feira, 16 de maio de 2011

o muito que ficou por ver. e por (vos) mostrar

tenho adorado conversar com 'ssoas que já foram a NY e que dizem: «quero lá voltar».
já descobri que ficou MUITO por ver, de dia e de noite. e parece que quem já lá foi uma, duas, três vezes fica sempre com a mesma sensação. eu acho isso fantástico: a noção de que aquela cidade não acaba. it's a never ending city :)

quanto às fotos: foram muitas e imensas. neste espaço encontram os detalhes e as curiosidades da viagem, para vos aguçar o apetite!




mas antes de lá voltar, dei um pulo a Madrid. a «desculpa» foi assistir a um espectáculo do Cirque du Soleil.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

last day. :(


wow! muito passeamos nós :) check this out.


breakfast @ Le Pain. great.


nham nham :D


last night, guys went out and  brought me balloons. YEAH !


sopa de pipoca e sumo de laranja (orgânico!) lunch time!


nham nham. Le Pain and turkey .


at Newark Airport: Ruby's Diner. where we met Mellodee.


nham nham (a partir de amanhã it's detox time from all these chips and burger things)


thank you Mellodee. you were great with us. see you soon?

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Le Pain. and real breakfast, with real bread and butter



let's go empire ?


3h e 21 dólares depois: a vista sobre NY City. really great. mas estava MUITO frio, e estes pequenos insistiam em atirar coisas lá para baixo :D

quarta-feira, 4 de maio de 2011

they are in peace

St. Paul’s Chapel fica ali mesmo ao lado do Ground Zero, em Nova Iorque. Foi o local onde os bombeiros e as equipas de socorro encontraram um espaço para descansar e recarregar energias aquando do 9/11. Uma vez que o Ground Zero não é mais que um amontoado de obras, esta Igreja acaba por ser o espelho da tragédia vs esperança vividas pelos nova iorquinos naquele dia de Setembro, em 2001. Dia esse que mudou o mundo, a ocidente, a oriente, em todos os sentidos da bússola. Espero sinceramente que as vítimas estejam em paz, pois os seus familiares e o mundo (em geral) dificilmente vai atingir tal estado. Porque o mundo mudou, desde o 9/11.

post originalmente publicado em olhar a palavra

Elaine's Stardust Diner


Alfredo, Alfredo... o rapaz não nos largou!


neste diner os empregados cantam. well, e cantam muito muito bem. e pedem tips para ajudar nos estudos lá das cantorias. that's ok by me. mas depois passeiam iPhones de última geração. sim, até os empregados do diner têm iPhones, só eu é que tenho um Nokia (que não funcionava em NY) e um tofone amaricano que me custou 9,90 dólares :) #win


parabéns, emigrante. we <3 u !

terça-feira, 3 de maio de 2011

segunda-feira, 2 de maio de 2011

sunny New York: it's the emigrante's birthday!


cheers! happy birthday, dear John! ** 


eu avisei que o Alfredo era 'ssoa para andar sempre a espreitar...


30 segundos na boca, uma eternidade nas ancas.

mas há assim tanto que ver em NY?

esta foi a pergunta com a qual me brindou o colega do lado no dia da minha partida. e quando regressei ao trabalho ele repetiu a pergunta.
ora se na primeira vez respondi: não sei, mas tenho quase 8h de vôo para pensar nisso, da segunda vez respondi com propriedade: em NY? ah, não há nada para ver, então, aquilo é praticamente um bairro pequenito, quase um beco

ignorância? provocação?
não sei.
mas também gostei do comentário de outro que, perante a minha afirmação «NY é uma série de mundos dentro de um mundo», disse «sempre foi assim».
sim, ok. mas até agora eu não tinha ido lá, in loco, averiguar isso mesmo, 'tá?

domingo, 1 de maio de 2011

Ground Zero & faith


o pequeno almoço. nham nham


this is Ground Zero: obras.


St Paul's Chapel: ali mesmo ao lado do Ground Zero.
they are in peace.


um dos memoriais ao 9/11

sábado, 30 de abril de 2011

Chinatown, cores e chuva. pés encharcados @ times square


almoço chinês e colorido. com coca-cola, poi'claro!


ruas onde se vende tudo, tal como na pharmacy :D


oi? well, loved the colour!


Times Square à pinha, num sábado molhado. Nike ensopados.

gosto mesmo de vOaR


não me apavora, não penso nos acidentes. ADORO. sim, mesmo sendo bué horas.
I don't care. é uma coisa fantástica, esta de estar nas nuvens.

sim, da penúltima vez que voei, algures em Junho do ano passado, só tive direito a bilhete de ida no avião... o salto tandem e o atravessar das nuvens fez-me gostar ainda mais de voar.

e eu tenho voado pouco na minha vida: consta que fui até à Guiné Bissau era muito pequenita (devia ter um ano e picos), fui a Paris em 2006 (férias) e em 2007 (para fazer um curso), estive no Faial em 2008 (em trabalho), em 2010 na Madeira (em trabalho, também!) e agora... PUMBA. um vôo até ao outro lado do Atlântico. LOVED IT :)
e o nascer do sol, algures sobre o Atlântico? LINDO

sexta-feira, 29 de abril de 2011

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Metropolitan & desconto de estudante


well. que museu. gostei muito do facto desta cidade (que tem uma história curta comparada com muitas cidades europeias) abarcar tanta história das outras cidades.


lady bug @ the Metropolitan (onde tive desconto de estudante à entrada!)


back to Central Park. um esquilo atrevido!


Luís Bitão?

o case study por realizar: autoclismos


eu é 'ssoas que se desorina como se não houvesse amanhã. tal facto implica uma visita constante ao WC, aka restroom. a começar pelo aeroporto de Lisboa, o wc do avião (é ASSUSTADOR desorinar em cima do Atlântico, só vos digo!), do hotel, do Central Park, do aeroporto de Gatwick... bem, foi todo um mundo novo ao nível do autoclismo. todos diferentes, todos iguais na função. com botão saliente, com botão mais discreto, ali estavam eles a cumprir-se ontologicamente.

para a próxima faço registos fotográficos. prometido!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

lunch at church. and gugenkoise.


church of the heavenly lunch.


Guggenheim: um senhor a cantar blues à entrada. um museu fabuloso. The Great Upheaval.
Kadinsky all over the place. ADOREI! 


tulipas all over the city. tal e qual como no meu canteiro, em casa.


heavenly coke.

this is so Priscilla!

terça-feira, 26 de abril de 2011

Central Park is so central!


patos e patinhos. verde, muito verde. algum frio, mas o passeio aqueceu a alma.


nós estivemos AQUI!